O Transtorno da Personalidade Antissocial é uma doença que atinge, geralmente, indivíduos no início da vida adulta, segundo o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM). Pessoas com esse transtorno da personalidade ignoram normas de comportamento e convívio social e tomam atitudes impulsivas e irresponsáveis. Muitas vezes também cometem atos ilegais.

 

Por conta da gravidade do transtorno, os pacientes precisam de atenção PSICOTERAPÊUTICA especial para que consigam viver em sociedade e não sofram as fortes consequências possíveis para suas atitudes.

 

As pessoas que sofrem desse transtorno, também conhecido como SOCIOPATIA (sociopata), têm um padrão de comportamento que desrespeita e viola os direitos dos outros. Essa falta de interesse no bem-estar de outras pessoas traz prejuízos para os pacientes, que muitas vezes tomam atitudes irresponsáveis, impulsivas e até criminosas.

  

Oportuno se torna mencionar que existe uma confusão no senso comum social, onde pessoas confundem o psicopata com o sociopata, logo, são personalidade distintas, sendo que o sociaopata é a pessoa coom o transtorno de personalidade antissocial, e logo falaremos sobre o psicopata em outro artigo.

 

O Transtorno de Personalidade Antissocial é mais comum em homens do que em mulheres e a maioria dos pacientes apresenta também uma tendência ao uso de substâncias ilícitas. A incidência relatada varia, mas provavelmente é de 1 a 3,6% da população em geral, e há um forte componente hereditário. A prevalência diminui com a idade, sugerindo que os pacientes podem aprender ao longo do tempo a mudar seus comportamentos mal-adaptativos e tentar construir uma vida.

 

 

 

 

 

Antissocial.01

Canal no YouTube

Olá, gostou dos nossos cursos, tem alguma dúvida ? Preencha o formulário e ligamos para você