O perfeccionista quer que tudo que ele faça seja perfeito: seu trabalho, provas, ações e práticas. Por isso, busca incessantemente os melhores resultados possíveis.

 

Afinal, o perfeccionista costuma ser estudioso, determinado e dedicado.

 

Com isso, garante bons resultados no colégio, universidade e mercado de trabalho. Quando esse tipo de pessoa se desafia a algo, pode ter certeza que o resultado final será muito bom!

 

Geralmente, o perfeccionista cria para si diversas regras rígidas que definem como a sua vida deve ser conduzida.

 

É comum que o perfeccionista se baseie mais em suas próprias regras do que no que ele realmente gostaria ou desejaria fazer.

 

O perfeccionismo tem muita relação com a nossa criação. Quando temos pais que agem dessa maneira, aprendemos isso e tendemos a levar essa busca pela perfeição também para as nossas vidas.

 

O problema é que, em alguns casos, o perfeccionismo passa do saudável e se torna uma obsessão. Portanto, quando a pessoa não atinge o padrão de perfeição que gostaria, acaba se sentindo frustrado, fraco e incapaz.

 

Também pode acontecer da pessoa perfeccionista viver com muito medo de errar e sofrer de ansiedade. Em casos assim, é fundamental a ajuda de um psicólogo, pois o perfeccionismo pode, inclusive, ser gatilho para doenças como pânico, ansiedade e depressão.

 

Olá, gostou dos nossos cursos, tem alguma dúvida ? Preencha o formulário e ligamos para você